2020/05/12
CNews

Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, não gostou nadinha de saber que algumas músicas de seu filho estavam sendo usadas em manifestações contra a democracia. Ela tomou conhecimento que canções de Cazuza foram utilizadas em protestos pró-ditadura e, por isso, acionou a Justiça para proibir a prática.

Cazuza, como todos sabem, viveu na época da ditadura e lançou hits contra o regime militar. Ou seja, se estivesse vivo, ele jamais apoiaria tamanha falta de lucidez. Brasil, faixa de 1988 no mais famoso álbum de Cazuza, o Ideologia, é a canção mais recorrentemente utilizada por apoiadores do atual Presidente do Brasil.

Confira abaixo a íntegra do comunicado:

Prezados Senhores,

Foi com grande pesar que tomamos conhecimento através de artigo no jornal Folha de São Paulo, com o título “Bolsonaro Volta a apoiar ato contra o STF e Congresso e diz que Forças Armadas estão ao ‘lado do povo’”, que a música “BRASIL” foi uma das usadas na manifestação. Brasil é uma música de grande importância na democracia brasileira e ser usada junto a gritos de ordem e cartazes que pedem o fim da democracia é inaceitável.

Com base nas prerrogativas dadas pelo artigo 29 da Lei de Direitos do Autor (Lei 9610/98), a Viva Cazuza desde logo torna pública a proibição da execução de qualquer obra ou intepretação de Cazuza em qualquer evento e/ou manifestação dessa natureza, ficando qualquer um que desrespeite esta proibição sujeito à aplicação das sanções civis e penais cabíveis em virtude de violação de direitos autorais.

Apoiamos a democracia e não atitudes violentas. Seguimos as orientações da OMS que recomenda que a população fique em casa, em isolamento, pensando no bem de todos, sendo solidários e trabalhando para diminuição do sofrimento e privação dos mais vulneráveis.

Atenciosamente,

Lucinha Araújo(Cazuza), George Israel e Nilo Romero.

No comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Reply

ERROR: si-captcha.php plugin says captcha_library not found.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>