2015/04/15 – Jornal do Comércio
Maria Bethânia celebra seus 50 anos de carreira no show Abraçar e agradecer.
FOTO ALEXANDRE MOREIRA/DIVULGAÇÃO/JC

Hoje e nos próximos dias, a Capital recebe dois espetáculos que celebram as carreiras de grandes nomes da música nacional. Enquanto Maria Bethânia festeja cinco décadas de trajetória em show cujos ingressos já estão esgotados, um musical relembra a figura de Cazuza com seus maiores sucessos e aspectos relevantes de sua vida.

Ilustre trajetória

Comemorando 50 anos de carreira, Maria Bethânia traz a Porto Alegre o seu novo espetáculo, Abraçar e agradecer, em duas apresentações, amanhã e sexta-feira, às 21h, no Teatro do Sesi (Assis Brasil, 8.787). Os ingressos estão esgotados. A banda que a acompanha tem Jorge Helder (regência e contrabaixo), Túlio Mourão (piano), Paulo Dafilim (violas e violão), Pedro Franco (violão, bandolim e guitarra), Marcio Mallard (cello), Pantico Rocha (bateria) e Marcelo Costa (percussão).
Bethânia irá cantar músicas de todos os tempos, inéditas ou não, em sua voz, com canções compostas especialmente por Paulo Cesar Pinheiro e Dori Caymmi (Viver na fazenda e Voz de mágoa). Além disso, Bethânia levará ao palco textos de Wally Salomão, Clarice Lispector e Carmem Oliveira, além de apresentar compositores novos, como a paraibana Flavia Wenceslau (Silêncio).

Há ainda uma versão inédita feita para a cantora por Nelson Motta – Eu te desejo amor (Charles Trenet). Não ficarão de fora músicas do repertório do seu último CD Meus quintais, como Dindi (Tom Jobim e Aloysio de Oliveira), Xavante (Chico César) eCasa de caboclo (Paulo Dafilim e Roque Ferreira), além de canções inesquecíveis de compositores que marcaram sua carreira, como Caetano Veloso, Chico Buarque, Caymmi, Gonzaguinha e Roque Ferreira.

Além de comemorar seus 50 anos de carreira com a turnê, Bethânia será homenageada com o Prêmio da Música Brasileira no dia 10 de junho, no Theatro Municipal do Rio. E, até o final do ano, lançará o livro da leitura Bethânia e as palavras pela UFMG, com design de Gringo Cardia e DVD do material.

Exagerado no palco

Com um público total que já ultrapassou 200 mil espectadores, o espetáculo Cazuza – pro dia nascer feliz, o musical volta ao Estado. A atração pode ser vista em sessão única em Novo Hamburgo hoje, no Teatro Feevale.

Em Porto Alegre, a montagem fica em cartaz de amanhã a domingo, no Teatro do Bourbon Country (Túlio de Rose, 80). Todas as sessões ocorrem às 21h, com exceção do último dia, quando a atividade começa às 19h. Ingressos estão disponíveis nas bilheterias locais ou pelo site www.ingressorapido.com.br. Os preços dos tíquetes variam de valores entre R$ 50,00 e R$ 220,00.

O musical tem direção de João Fonseca e texto de Aloisio de Abreu. Protagonizado pelo ator Emílio Dantas, o espetáculo reúne alguns dos maiores clássicos do cantor – seja em carreira solo ou na banda Barão Vermelho. Entre canções como Codinome Beija-Flor, Bete balanço, Preciso dizer que te amo e Exagerado, são apresentados aspectos da vida do compositor carioca. Constam na narrativa momentos de transição na trajetória do artista: a descoberta do teatro e o gosto pelo rock, o momento em que decide montar uma banda, o estouro profissional e a descoberta da doença que o vitimou logo aos 32 anos – no auge da carreira.

Para contar toda esta história, a atração conta com atores que interpretam alguns personagens presentes no universo de Cazuza, como Ney Matogrosso, Bebel Gilberto, Frejat e Caetano Veloso. Já João Fonseca possui experiência em homenagear ícones da música brasileira. Ele também dirigiu montagens que celebram Tim Maia e Cássia Eller, outros sucessos dos palcos.

No comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Reply

ERROR: si-captcha.php plugin says captcha_library not found.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>