A história do poeta, cantor e compositor é contada através de mais de 20 músicas no espetáculo de autoria de Aloísio de Abreu, com direção de João Fonseca.

Vida louca, vida, vida breve

Pouco antes de sua morte, em 1990, ainda havia quem pensasse, pasmem!, que a obra de Cazuza não passava de um subproduto de rock. Mas “ao mesmo Deus que ensina a prazo, ao mais esperto e ao otário”, o tempo mostrou o contrário. Vinte três anos depois, o espetáculo “Cazuza — Pro dia nascer feliz, o musical”, que estreia hoje no Teatro Net Rio, leva para o palco a personalidade singular do cantor e compositor e mostra, sem pudor, sabores e dores que pontuaram sua meteórica carreira, de apenas oito anos, por meio de 31 canções, executadas por sete músicos e 16 atores, numa equipe de 80 pessoas.

Concebida pelo eterno “subversivo” Aloisio de Abreu, a peça biográfica traz o ator e cantor Emílio Dantas na pele do “maior abandonado” em uma atuação surpreendente. Assim como fez com Tiago Abravanel em “Tim Maia — Vale tudo, o musical”, o diretor João Fonseca aposta suas fichas no carisma de Emílio, que, apesar de não se parecer fisicamente com Cazuza, o impressionou pelo jeito e pela voz, muito parecidos com os do artista.

— Eu tenho o mesmo timbre do Cazuza, só que um tom abaixo. Isso é uma maldição e um privilégio, ao mesmo tempo. Significa que preciso estar o tempo todo cantando em uma região acima, o que requer um grande esforço. Dói, mas vale a pena, e eu faria tudo de novo para ter esse grande prazer — conta Emílio Dantas, de 23 anos, que teve apenas 45 dias para se preparar para encarnar Caju, como o músico era chamado pelos amigos.

A performance vocal e teatral de Emílio — que estava no elenco da na novela “Dona Xepa”, da Record, e estrelou o filme “Léo e Bia”, de Oswaldo Montenegro (2010) — arrancou lágrimas de Ney Matogrosso e Sérgio Maciel, ex-namorados de Cazuza, que assistiram, com a equipe do Rio Show, a um dos últimos ensaios do espetáculo antes da estreia.

Espetáculo sem pudores

Foi a primeira vez que os dois — representados, respectivamente, pelos atores Fabiano Medeiros e Bruno Narchi — reviveram episódios significativos de suas próprias vidas.

— Quando Emílio abriu a boca e disse a primeira palavra, eu vi o Cazuza ali. É muito emocionante, fiquei tocado. Não sou de me emocionar, mas perdi o controle. Ele canta igual, é um trabalho belíssimo — aprova Ney, ignorado na cinebiografia “Cazuza — O tempo não para” (2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho. — Aquilo foi muito estranho. Ficou de fora, por exemplo, a importância que a minha gravação de “Pro dia nascer feliz” teve para o Barão Vermelho. Depois disso, a versão da banda passou a tocar sem parar — lembra.

O estouro da música está no roteiro do musical, assim como a paixão flamejante que Ney viveu com Cazuza antes de o filho de Lucinha e João Araújo (interpretados por Susana Ribeiro e Marcelo Várzea) conquistar seu lugar ao sol.

— Foi em 1979. Um dia, eu e Yara Neiva estávamos doidões no meu apartamento, que tinha três andares. Ela me disse que o Cazuza estava lá embaixo e perguntou se ele podia subir. Ele veio e ficamos os três alucinados na minha cama. Uma hora, ele me pediu um beijo. E aí o mundo desapareceu ao nosso redor — conta Ney, que ficou com Cazuza por três meses.

O romance entre Cazuza e Serginho também é retratado na peça, que traz um único cenário, com praticáveis, uma criação de Nello Marrese. A paquera começou em 1981, na oficina de teatro que faziam no Parque Lage, mas só decolou mesmo depois de mais uma das intermináveis noites no Baixo Leblon.

— Ele me ofereceu uma carona e, quando parou o carro no sinal, me agarrou. Lembro que tocava “Cavalgada”, com Roberto Carlos. Dali, já fomos para a casa dele e ficamos juntos por quatro anos — lembra Serginho, que se acabou de chorar no ensaio. — Foi uma sessão de tortura. Não sei como a Lucinha consegue. Acho que ela resolveu essa história.

A luta conta a Aids

Uma mentira sincera, talvez. Lucinha, que um dia cogitou proibir regravações da obra do filho, como mostra uma das cenas da peça, confessa que suas feridas continuam abertas.

— É muito bom ter tido um filho como ele, mas era melhor que tivesse sido um menino comum. Porque ele pagou um preço muito alto. Não sei se valeu a pena. A gente cria os filhos à nossa imagem e semelhança. Mas a vida dele não foi igual à minha. Eu custei a entender, mas pari um gênio — diz ela.

Aos 77 anos, a fundadora da Sociedade Viva Cazuza, que presta assistência a crianças e adolescentes portadores do HIV, prendeu o choro ao conferir o ensaio.

— Eu choro muito pouco, meu coração que bate muito. Faço de conta que não é a história da minha vida. Hoje foi duro, viu? O João (Araújo) não tem forças para assistir. A peça é muito honesta, espero que o público goste — diz.

Uma das cenas mais fortes, para Lucinha, é quando Cazuza compõe “Ideologia” no hospital, em Boston, onde ele viu a cara da morte. No espetáculo, enquanto é examinado, o poeta delira em cima de uma cama, sofrendo com os sintomas da Aids, bem no começo do segundo ato.

— O Zeca (o produtor Ezequiel Neves, vivido por André Dias) me disse que ele tinha feito uma música nova com o Frejat (personificado por Thiago Machado). Eu não conhecia ainda. Na época, ele estava desenganado no CTI. Então, fiz promessa para Santa Rita de Cássia, e ele viveu mais dois anos — relembra.

Uma obra magistral

Encenada em ordem cronológica, a montagem reproduz com fidelidade o visual dos anos 80 nos figurinos de Carolina Lobato. A formação do Barão Vermelho, o auge da carreira solo, o lifestyle boêmio e a luta de Cazuza contra o HIV são os pilares do espetáculo, que tem 135 minutos, contando o intervalo.

— As músicas do Cazuza são teatrais. Conversei muito com a Lucinha, o Serginho, que é meu amigo, o Frejat. Eles me contaram vários episódios. Eu saí em busca dos detalhes. Temos momentos de show, dueto, humor e drama. O público vai poder conhecer sua poesia — aposta o autor Aloisio de Abreu.

A atuação de Emílio Dantas, para João Fonseca, é o grande acerto do musical.

— É uma peça de um grande protagonista. E o Emílio me ajudou muito. Quando fizemos as audições, todos foram unânimes em escolhê-lo. Musicalmente, Cazuza é um dos grandes da MPB — analisa o diretor, sem ser exagerado.

(por Guilherme Scarpa)

51 comments

Esse musical deveria vir pra Salvador tbm!
Eu necessito muito.. por favor!!!

Tarcilla Barros

Eu acho que esse espetaulo tinha que vim logo pra Salvador ir um trecho e já gostei imagina eu assistir ao vivo um sonho ja q sou fã de Cazuza que esse lindo espetaculo não demoro de vim pra Salvador *-*

Quando vocês irão vir para Campinas, tem que vir por favor kkkkk

Até final de março o musical está no Rio depois irá viajar, mas ainda não sabemos exatamente as cidades e data.

Gostaria de saber quando terá espetáculo em São Paulo.

Até março o musical está no Rio, acreditamos que depois irá para São Paulo

VEM PARA SALVADOR POR FAVOR!!!!!!!!!!!

Ainda não tem data, mas torcemos que sim

Esse musical fará apresentações em mais capitais do Brasil?

O musical já começou a viajar pelo Brasil

Tem alguma previsão do musical vir pro Espirito Santo?

O musical começará a viajar agora pelo Brasil e o Espírito Santo será um dos primeiros estados.

O ingresso é muito caro, inviável ir ao teatro com a esposa, uma pena.
Fazem campanha para o publico prestigiar o teatro, mais desta forma é complicado.
Será que não é possivel um ingresso custar 40, 50 reais no máximo.
R$ 100, 150 para a maioria da população , infelizmente não da, e apesar de ser muito fâ do Cazuza estou incluso neste meio.
Um abraço

Henriete Giovanini

Espetáculo emocionante, divertido, maravilhoso. Emilio Dantas é Lindo, lindo e lindo!!! Ele tem o dom de nos enlouquecer com a voz, trejeitos e a doçura do Caju. Lucinha Araújo, João Araújo, Ney Matogrosso e Ezequiel Neves foram extremamente bem interpretados. Aplausos a todos que trouxeram o Cazuza pra pertinho de seus fãs saudosos e eternamente apaixonados.

Porto Alegre aguarda anciosa esse espetáculo maravilhoso, não demorem a vir por favor!!

Renata Carvalho

Boa tarde!
Eu amei o musical! Maravilhoso, apaixonante!!
Por favor, gostaria de saber as músicas que foram cantadas no espetáculo…

Obrigada!

Gostaria de saber se vocês tem a agenda/programação do musical a partir de abril. Nesse caso quais as cidades que irá passar? Desde já agradeço a atenção.

Infelizmente não temos a agenda.

Júnior Correia

SALVADOR POR FAVOR!!!!!!!!!!!!

O musical passará em Recife?

Assisti em Porto Alegre ontem (25/4). Estou completamente apaixonada!!! Espetáculo incrivel, 3 horas que passaram voando, se pudesse assistiria todas as apresentações. Ri, chorei, vivi todos os momentos como se os atores fossem de fato Cazuza, Lucinha e cia. Parabéns aos músicos, a produção, aos atores… Imperdível!!!!

Assisti em Porto Alegre e foi surpreendente!! Espetáculo perfeito, imperdível! Parabéns a todos! Está impecável, emocionante, tudo na medida certa! Deveriam ficar mais tempo por aqui, foi muito curta a temporada. Queremos mais!

Tenho filhos de 15 anos, um casal de gêmeos, que querem muito assistir. Me pediram como presente de aniversário de 15 anos.
É incrível como Cazuza existe para essa geração que nasceu quase 10 anos após a sua morte.
Somos de São José dos Campos e estamos aguardando ansiosamente para a estréia em SP ou em algum lugar perto da nossa cidade.
Por favor me avise sobre a agenda em SP para que eu não perca esse espetáculo.
Obrigada

Gostaria de saber a faixa etaria.

Priscila Coelho da Silva

Olá, gostaria de saber quando vai ter o espetáculo em Sp?

Ainda não sabemos a data, mas certamente não irá demorar muito.

Assisti ao musical em Belém/Pará. Lindo, perfeito! Ri, cantei e chorei. Os atores são muito bons. O Emílio Dantas que interpreta o Cazuza é nota 1000.

Vcs tem data para voltar a SP?!

Não temos data ainda

Wellington josé

Olá ,perdi o espetáculo em Paulínia sp será que vcs poderiam me dizer como faço para saber sobre apresentações ,desde já agradeço.

Em julho ele estará na cidade de São Paulo

Espetaculo dez, emocionante…..imperdivel

Assisti o espetáculo…. simplesmente maravilhoso.

Tickettur Turismo e Entretenimento

Olá!
Poderiam nos avisar quando o espetáculo estará em SP? Organizamos grupos de Atibaia e região e temos muitas pessoas que já confirmaram presença quando estiverem por aqui!
Obrigada,
Regina Bartazini
(11) 99791-6842

A estréia em SP capital será no dia 18/07

Gostei demais do espetáculo…
Fiquei emocionada.
Parabéns de coração.
Me fez ler o poeta Cazuza como nunca havia imaginado.
Beijos

Olá, gostaria de saber se tem como ter o acesso ao calendário do musical.
Sou de São José dos Campos (SP) e gostaria de saber o melhor lugar e datas para eu assistir o espetáculo.
Agradeço desde já.

Temos a agenda de julho:
03 a 06 – RJ Citibank Hall
10 a 13 – RJ Citibank Hall
17.07 – ESTREIA SP

Laurene Santos

Bom dia!
Gostaria se saber quais as datas (além da estréia) e local das apresentações em São Paulo. Obrigada!

vem pra ribeirao preto???? por favor!!!!!

O musical ficará uma temporada em São Paulo, capital, com estréia no dia 18/07. Ainda não temos datas para outras cidades.

Nossa muito lindo!! Vem pra Ribeirão Preto por favor!!!

O musical ficará uma temporada em São Paulo, capital, com estréia no dia 18/07. Ainda não temos datas para outras cidades.

Em Florianópolis quando?

O musical ficará uma temporada em São Paulo, capital, com estréia no dia 18/07. Ainda não temos datas para outras cidades.

Olá, o espetaculo vai vim no interior de São Paulo? Se sim em quais cidades?? Obrigada

O musical ficará uma temporada em São Paulo, capital, com estréia no dia 18/07. Ainda não temos datas para outras cidades.

SALVADOR POR FAVOR!!!

ASSISTI AO MUSICAL AQUI EM SÃO PAULO E FOI ESPETACULAR!!! RECOMENDO MUUUUUUITO!!! ALGUMAS PARTES FORAM MUITO EMOCIONANTES!!!!!!!!!!!!!! PARABÉNS AO ELENCO E, EM ESPECIAL, PARA O ATOR QUE INTERPRETA CAZUZA E PARA O QUE INTERPRETA O EZEQUIEL NEVES, O ZECA. O PERSONAGEM DO CAZUZA FICOU PERFEITO!!! PARECE QUE É ELE MESMO EM ALGUMAS CENAS!!!! O JEITO DE FALAR FICOU IDÊNTICO!!!!!! FANTÁSTICO!!!! SAUDADES DE MÚSICA BOA E DO CAZUZA. UMA PENA QUE HOJE NÃO FAÇAM MAIS MÚSICAS DE TANTA QUALIDADE. ADOREI O MUSICAL!!!!!!!!!!!!!!

Já tem a agenda até o final do ano?

Até o final do ano estará em SP

Leave a Reply


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>